# 18. Última crónica em terras do Curdistão

20180126_101312

Não sei como é que se termina e se fecha um blog, mas esta é a última crónica em terras do Curdistão. Termina uma missão. Não é fácil. Por outro lado, é bom porque, em definitiva, o que nos cabe é passar pela vida tentando fazer o Bem. Seja onde for.

Dezassete meses no Curdistão iraquiano acompanhada e acolhida por todos, onde a hospitalidade faz parte de estar vivo, tal como o respirar. Dezassete meses acompanhada e acolhida pelas pessoas que te recebem num espaço frágil e pequeno de mais a que foram obrigadas a chamar casa, deixando para trás o lar que agora se reduz a uma casa queimada e destruída.

Dezassete meses acompanhada, acolhida e ajudada por uma equipa do JRS que não me deixou cometer erros demasiadamente graves, me abriu o seu coração e se tornou na minha ‘família’ nestas terras do Médio Oriente. Dezassete meses nesta região montanhosa com uma identidade tão digna e própria.

Photos IRQ 07 20170917 JRS Duhok Teams_153424
Equipa do JRS Dohuk (quando cheguei éramos 4). Team Building Day em Amedi

Dezassete meses onde as relações se tornam laços apertados e seguros dados por duas pontas sem igual: incansável espírito de serviço e estar junto de quem sofre com nome e apelido, o sofrimento do irmão.  Dezassete meses de comunhão entre gente comum que somos, yazidi, cristãos e muçulmanos.

20180116_115752
Visita da equipa do JRS Dohuk (cristãos, muçulmanos e yazidi) a Lalesh, o santuário mais importante para os Yazidi

Dezassete meses em que fomos ficando cada vez mais esclarecidos afetiva e intelectualmente, graças a essa comunhão experimentada, da manipulação de que somos alvo para deixar de acreditar que “basta uma pessoa boa para haver esperança” e passar acreditar que do ‘outro lado’ só há inimigos.

Dezassete meses em que tive o privilégio de acompanhar, junto com a equipa do JRS, cerca de 5300 famílias deslocadas e refugiadas sírias. Dezassete meses em que tive a magnífica missão de as servir e, algumas, de as defender.

Começa agora o décimo oitavo mês para a equipa do JRS Dohuk. O espírito de acompanhar, servir e defender refugiados e deslocados internos à força que imprime caráter o tudo o que JRS faz, manter-me-á unida a esta equipa e a estas pessoas que conheci em terras do Curdistão.

20180116_141746

Dezassete meses de crónicas e esta é a última, a mais curta. Quando as palavras ficam curtas de mais para tanto agradecer o melhor é mesmo guardar todas estas coisas no coração: thank you, spas, shukran, basimta raba, obrigada. 100% agradecida.

20180128_162119 (2)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s